Carregando informações, por favor aguarde...

Home Notícias

XXI Congresso Brasileiro debate reprodução assistida em São Paulo 

Publicado em: 10/07/2017
Evento no próximo dia 2 de agosto contará com debate sobre o registro de nascimento de crianças geradas por técnicas de inseminação artificial. Inscrições abertas mediante doação de 1kg de alimento não perecível.
 
No próximo dia 2 de agosto, o Hotel Villa Pullman, em São Paulo, será palco de um intenso debate sobre o tema reprodução assistida. Intitulado “Fórum Popular - Momento de Diálogo: Reprodução Assistida, Saúde e Sociedade”, o encontro objetiva entender a nova roupagem dos arranjos familiares, bem como o sentimento da sociedade civil a respeito das inovações médicas presentes e possibilidades futuras.

O primeiro painel será com o professor Paulo Sérgio Camargo, que fará uma exposição sobre Relações e Emoções Humanas. Em seguida, dois expoentes em Reprodução Assistida farão suas apresentações: o médico que preside o XXI Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida, Edson Borges Jr., explicará as inovações e possibilidades futuras em matéria de reprodução humana, e a presidente da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, Hitomi Miura Nakagawa, lançará a campanha “Fertilidade, o tempo não para”.
 
O evento também contará com o oficial de Registro Civil de Jacareí e mestre em Direito pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e bacharel pela Universidade de São Paulo, Marcelo Salarolli de Oliveira, especialista em Registro Civil, que abordará como são feitos os registros de nascimento das crianças nascidas através das técnicas médicas em debate.  Ao fim, com a coordenação da juíza de Família do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), Deborah Ciocci, serão apresentadas questões a serem debatidas com o público presente.
 
Para Deborah, este evento é relevante por envolver os novos padrões familiares, criados por causa da modalidade de fertilização assistida. “A Reprodução Humana Assistida, com cada vez mais espaço no mundo moderno, é hoje entendida como tratamento de saúde em sentido amplo, com possibilidade de novos arranjos familiares e tratamentos aos solteiros, viúvos, divorciados, independentemente do estado civil e da opção sexual. Por isso, este tema provoca a necessidade de reflexão de profissionais das mais diferentes áreas, o que será feito neste encontro”, disse.
 
Para participar, basta se inscrever clicando aqui e levar 1kg de alimento não perecível no dia do evento. As doações serão realizadas para o  Instituto de Tratamento do Câncer Infantil (ITACI) (www.itaci.org.br)
 
Veja abaixo mais informações sobre os palestrantes.



 

Fonte: Arpen/SP
Voltar
Compartilhe este conteúdo: