Carregando informações, por favor aguarde...

Home Notícias

Anoreg/SP completa 90 anos de história em julho 

Publicado em: 06/07/2018
A entidade tem a missão de representar mais de 1.500 cartórios distribuídos em todos os municípios do Estado de São Paulo



Fundada em 1928, a Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (Anoreg/SP) completa 90 anos de existência neste domingo (08.07). Sem fins econômicos, a entidade nasceu com o objetivo de promover a união em defesa dos direitos e interesses dos cartórios paulistas.  
 
A associação congrega todas as especialidades de cartórios extrajudiciais: Registro Civil de Pessoas Naturais, Tabelionato de Notas, Registro de Imóveis, Tabelionato de Protestos, Registro de Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica, representando todos os 1.546 titulares distribuídos em todos os municípios do Estado, os quais empregam direta e indiretamente mais de 23 mil pessoas.
 
Ao longo de sua história, a ANOREG/SP possui participação ativa na representação da classe junto aos Poderes Públicos, fins esses, que estão definidos em seu estatuto, em sua missão, visão e valores.

Sua atual nomenclatura surgiu no dia 10 de junho de 1996, pois antes a organização possuía a denominação de Associação dos Serventuários de Justiça do Estado de São Paulo.
 
O primeiro presidente foi Aureliano da Silva Arruda, que dirigiu a entidade nos anos de 1928 até 1931, seguido por Cel. Alfredo Firmo da Silva (1932 - 1934), Gastão Vidigal (1935 - 1938), Basilio Machado Neto (1939 - 1941), Ibsen da Costa Manso (1942 – 1950), Francisco Vergueiro Porto (1951 -1953), Antonio Augusto Firmo da Silva (1954 – 1959), Armando Costa Magalhães (1960 – 1962), Henrique Bastos Filho (1963 – 1965), Julio de Oliveira Chagas Neto (1966 – 1977), Luiz de Toledo Mendes Pereira (1978 – 1983), José Fernando César Assunção (1990 – 1992), José Maria Siviero (1984 – 1986 e 1993 - 1995), Bernardo Oswaldo Francez  (1996 – 1998), Ary José de Lima (dez/1998 – 2007), Patrícia André de Camargo Ferraz (dez/2007 – 2011), Laura Ribeiro Vissotto (dez/2011 – 2013), Mário de Carvalho Camargo Neto (jun/2013 – 2015) e, atualmente, Leonardo Munari de Lima, desde abril de 2015.



Para o ex-vice-presidente dos anos de 1996 até 1998, Claudio Marçal Freire, a Anoreg/SP foi umas das primeiras entidades a representar institucionalmente os cartórios do Estado. “Não tínhamos um sindicato, então o papel de representar a classe partia apenas das associações”, afirmou. “A Anoreg/SP sempre teve um cunho muito importante de representação perante o Judiciário, a Assembleia Legislativa e o Poder Executivo”, complementou. Marçal é o atual presidente da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR).



“A Anoreg/SP tem um papel estratégico muito importante.  Ela tem a possibilidade de defender todas as prerrogativas que são essenciais para que notários e registradores desempenhem, da melhor forma possível, seus serviços em favor da população”, destacou Patrícia André de Camargo Ferraz, ex-presidente dos anos de 2007 até 2011.


Claudio Marçal Freire e Patrícia André de Camargo Ferraz na Assembleia Geral em 2009 

Camargo Ferraz ainda destacou o papel da Anoreg/SP na compatibilização de interesse entre todas as especialidades. “A entidade pode contribuir decisivamente para que o extrajudicial caminhe com passo firme e constante”. Em relação aos desafios atuais e futuras conquistas, Patrícia destaca a autorregulamentação da atividade extrajudicial.

Após a saída de Patrícia Ferraz da presidência, Laura Ribeiro Vissotto assumiu a entidade e a liderou até 2013. Laura também destacou a importância da entidade na defesa dos interesses e prerrogativas dos notários e registradores.


Laura Ribeiro Vissotto na assinatura da posse em 2012

“A Anoreg/SP é responsável por muitas conquistas institucionais e atua silenciosamente contra inúmeras tentativas de usurpação das nossas atribuições. As ameaças são constantes e sem uma entidade de classe forte pereceremos rapidamente”, salientou.

Desde de sua fundação, a Anoreg/SP continua com a visão de promover a disseminação da relação contínua e duradoura entre os cartórios e suas comunidades por meio de uma relação baseada na responsabilidade social, ambiental e ética, conferindo segurança, credibilidade, ética e eficácia aos negócios pessoais, patrimoniais e negociais dos cidadãos.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Anoreg/SP
Voltar
Compartilhe este conteúdo: