Carregando informações, por favor aguarde...

Home Notícias

Cartório de São José do Rio Preto promove ação do projeto Adoção Afetiva em escola estadual da cidade 

Publicado em: 27/04/2018
Melhorias na infraestrutura esportiva da escola foram focos da ação

O 1º Tabelião de Protesto de Letras e Títulos de São José do Rio Preto realizou, no mês de março, sua primeira ação dentro do projeto Adoção Afetiva. O cartório reformou a quadra esportiva da Escola Estadual Justino Jerry Faria, localizada na Rua Ipiranga, 3078 – Santos Dumont. O custo avaliado da restauração ficou em torno de R$ 3 mil reais.

Para o cartório de São José do Rio Preto, participar do projeto Adoção Afetiva é uma oportunidade de ajudar a melhorar o futuro das crianças e, consequentemente, de todos. “Ao tomar conhecimento do projeto, aplaudi a inciativa da Secretaria da Educação e da Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (ANOREG/SP). Aderi ao projeto por acreditar que medidas como essa são fundamentais para que os fins do Estado sejam alcançados, mesmo porque não se pode simplesmente dividir responsabilidades, já que o bem comum é fim de todos. É necessário, portanto, somar ações, de forma que o Estado e a sociedade atuem, sempre que possível, de forma conjunta e harmônica”, afirmou o tabelião, Sérgio Luiz José Bueno.



A diretora da escola, Suzel Carneiro, atuante no cargo há 15 anos, revelou a reação da comunidade escolar ao saber que a unidade tinha sido selecionada para integrar o projeto. “A comunidade de modo geral ficou muito contente e agradecida”, disse.

Suzel reforçou a importância do projeto para o atual cenário da educação. “Gostaria de agradecer a colaboração efetiva do projeto Adoção Afetiva e dizer que num cenário de crise que vivemos hoje, a consolidação das parcerias é muito bem-vinda”, finalizou.

“Os cartórios, pela natureza de sua função institucional, já contribuem significativamente para o exercício da cidadania, sendo perfeitamente compreensível e salutar que tenham atendido ao chamado para atuar, agora de forma voluntária, em causas sociais. Além disso, o serviço extrajudicial, já merecedor de apreço e credibilidade pela grande maioria da sociedade, dela deve aproximar-se por meios como este agora implementado”, finalizou Bueno.

Projeto Adoção Afetiva

A responsabilidade pela educação é de todos. Com esta afirmação, a Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (ANOREG/SP) e a Secretaria da Educação instituíram o Projeto Adoção Afetiva, que visa contribuir para a melhoria das condições da educação paulista, cujas iniciativas vão desde a manutenção escolar até atividades socioeducativas para alunos de toda a rede estadual.

Ao todo, 169 cartórios de diferentes municípios paulistas se candidataram voluntariamente para integrar o projeto, recebendo a indicação formal da Secretaria da Educação do Estado de qual escola adotar em seu município.

Acesse www.adocaoafetivasp.com.br e conheça um pouco mais do projeto que beneficiará diversas crianças em diferentes municípios do Estado.
Fonte: Assessoria de Imprensa da ANOREG/SP
Voltar
Compartilhe este conteúdo: