Carregando informações, por favor aguarde...

Home Notícias

Registro de Imóveis de Diadema adota 57 Escolas Estaduais da Cidade 

Publicado em: 04/05/2018
Festival de paródias, orientação sobre profissões, giro cultural e consciência ambiental são as iniciativas que fazem parte do “Projeto Florescer”
 
“Minha intenção era de adotar uma unidade de educação, mas me deparei com a oportunidade de atingir as 57 escolas administradas pelo Estado em Diadema”, revelou a registradora Patrícia Ferraz.

Deste modo, o que a princípio seria a adoção de uma unidade escolar por parte do Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica de Diadema, se transformou em um projeto que compreende todas as 57 escolas da cidade. 

A registradora Patrícia Ferraz nomeou a iniciativa de “Projeto Florescer”. “O objetivo, de fato, é fazer florescer o que há de melhor em nossas crianças e jovens, por meio de atividades de várias naturezas, mas especialmente as de cunho cultural e lúdico, sempre estimulando atividades de pesquisa, para aproximá-los cada vez mais da escola e dar-lhes novas e saudáveis oportunidades e perspectivas para suas vidas”, falou.

As ações acontecem em parceria com a Diretoria Regional de Ensino de Diadema e abordarão temas diversos, mas sempre relacionados com o cotidiano dos alunos, tais como: educação, moradia, meio ambiente, alimentação, cultura e a escola que frequentam.

“A participação dos cartórios neste projeto é extremamente importante, já que as serventias têm grande alcance dentro dos municípios. Desta forma, conseguem mobilizar a comunidade para trabalhar em torno de um bem maior, que é a educação das nossas crianças”, evidenciou a dirigente regional de ensino de Diadema, Liane de Oliveira Bayer. “A Patrícia realmente abraçou o projeto e, com muito entusiasmo, trouxe várias ideias que serão trabalhadas nas 57 escolas”, completou.

Confira um resumo de algumas ações que fazem parte do “Projeto Florescer”:
  • Festival de Paródias: desenvolvido em três etapas, visa estimular o lúdico dos participantes. Cada etapa será feita por júri a ser composto pela Dirigente de ensino e com a atribuição de notas de 0 a 10, nos seguintes quesitos: pesquisa interdisciplinar; pertinência temática; letra; empolgação; e ritmo. 
O Cartório de Diadema ofereceu um patrocínio no valor de R$ 3 mil reais que será dividido para os três primeiros lugares de cada uma das três categorias, da seguinte forma: 1º colocado R$ 500,00, 2º lugar R$ 300,00 e 3º colocado R$ 200,00.
 
  • Ciclo Permanente de Profissões: com objetivo de auxiliar os jovens do Ensino Médio na ampliação de seu conhecimento a respeito das profissões e despertar a vocação de cada um, o ciclo prevê orientações com profissionais de diversas áreas.
  • Giro Cultural: esta ação ampliará o projeto que já vem sendo desenvolvido nas escolas da cidade com foco no contato com as diversas formas de manifestação cultural.
Além dessas ações, também serão desenvolvidos projetos para despertar nos alunos a capacidade de planejamento e execução dos alunos (Remodelando), desenvolver a consciência ambiental e da importância da alimentação saudável nos alunos, suas famílias e professores (Cultivando) e a recuperação do Lixão de Diadema e sua transformação em Parque Público (Podemos Mais).

“Estou segura de que cada um de nós tem e pode desempenhar um papel relevante no desenvolvimento de nossa sociedade, de nossas cidades e de nosso país. Muitas vezes nos faltam oportunidades para empregarmos nossos dons e competências, ou mesmo nos falta conhecimento de como e o que fazer. Outras vezes achamos que se nos envolvermos teremos que investir mais tempo, energia e dinheiro do que gostaríamos. Mas, na verdade, se cada um puder fazer um pouco, em pouco tempo teremos feito, em grupo, muito mais do que imagináramos”, finalizou Patrícia.
 
Projeto Adoção Afetiva

A responsabilidade pela educação é de todos. Com esta afirmação, a Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (ANOREG/SP) e a Secretaria da Educação instituíram o Projeto Adoção Afetiva, que visa contribuir para a melhoria das condições da educação paulista, cujas iniciativas vão desde a manutenção escolar até atividades socioeducativas para alunos de toda a rede estadual.

Ao todo, 169 cartórios de diferentes municípios paulistas se candidataram voluntariamente para integrar o projeto, recebendo a indicação formal da Secretaria da Educação do Estado de qual escola adotar em seu município.

Acesse www.adocaoafetivasp.com.br e conheça um pouco mais do projeto que beneficiará diversas crianças em diferentes municípios do Estado.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa ANOREG/SP
Voltar
Compartilhe este conteúdo: