Carregando informações, por favor aguarde...

Home Notícias

Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e Tabelião de Notas do 30º Subdistrito do Ibirapuera é premiado na categoria Diamante do PQTA

Publicado em: 21/02/2020
No dia 28 de novembro foi realizada a cerimônia de entrega do Prêmio de Qualidade Total Anoreg/BR (PQTA) 2019, promovido pela Associação dos Notários e Registradores do Brasil, em Aracaju (SE). Entre os cartórios premiados, o ​Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e Tabelião de Notas do 30º Subdistrito do Ibirapuera conquistou a categoria Diamante.

Fundada em vinte e oito de junho de 1934, a serventia é administrada por Rodrigo Valverde Dinamarco, desde 2007. Em entrevista exclusiva para a Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (Anoreg/SP), a titular do cartório explicou quais foram as mudanças implementadas na serventia, os reflexos da premiação, entre outras informações. Confira:

Anoreg/SP - Quais foram às mudanças implementadas pelo cartório para vencerem o PQTA?

Rodrigo Valverde Dinamarco - Certamente, do ponto de vista objetivo, buscamos organizar o nosso sistema de gestão a partir dos preceitos das normas ABNT NBR 15906 e ISO 9001, adequando-as ao nosso tamanho e realidade operacional. No entanto, considero que a grande mudança se deu no plano subjetivo. Refiro-me ao espírito aberto com o qual os meus gestores/colaboradores mergulharam nessa empreitada. Houve, de fato, uma verdadeira quebra de paradigma cultural, a partir do qual, pouco a pouco, a nossa equipe passou a compreender, interiorizar e praticar a nova filosofia de gestão da qualidade.  

Anoreg/SP - Quais ações que realizaram dentro do cartório?

Rodrigo Valverde Dinamarco -  Ao longo dos anos viemos implementando várias ações. Sinceramente, é difícil pontuá-las nesta resposta. Entretanto, tentando fazer uma síntese, aponto que realizamos ações de cunho ambiental e social dentro das nossas possibilidades, ou seja, ações críveis e que realmente fizessem sentido para nós, segundo a nossa realidade. Fora isso, investimos em ferramentas para controle, revisão e monitoramento dos atos notariais e de registro civil de pessoas naturais. O objetivo neste caso foi combater as causas deflagradoras de erros na execução do serviço. Notadamente no setor de notas, há muito tempo mantemos um núcleo de colaboradores dedicado, exclusivamente, para a revisão dos casos na fase que antecede a lavratura das escrituras. Para nós sempre foi muito importante enxergar além do documento, do instrumento e do negócio jurídico em si. Perseguimos, sempre que possível, compreender que o resultado do nosso trabalho gera impactos reais na vida dos nossos usuários. Apesar do aparato tecnológico que possuímos, continuamos investindo no “humano”, nas interações pessoais. Para alguns, isso poderá parecer que estamos na contramão dos tempos atuais, mas para nós esta receita tem dado certo.

Anoreg/SP - É a primeira vez que vencem? Ou já ganharam outras vezes?

Rodrigo Valverde Dinamarco -  Não, não é a primeira vez. Já fomos agraciados com o prêmio diamante 04 (quatro) vezes.

Anoreg/SP - Quais foram os reflexos da premiação no cartório?

Rodrigo Valverde Dinamarco - Sem dúvida, ficamos muito orgulhosos e satisfeitos com o resultado. Todavia, é interessante perceber que tais sentimentos são efêmeros e logo cedem lugar a um senso de responsabilidade na manutenção do padrão alcançado. Eu diria que é um círculo auspicioso que se retroalimenta a cada ano.  

Anoreg/SP - E como foi o retorno ao cartório após a premiação?

Rodrigo Valverde Dinamarco - Acolhedor e Revigorante. É bom volta para “casa” com a certeza do dever cumprido.

Anoreg/SP - Os usuários do cartório sabem da premiação? Como está sendo o reflexo?

Rodrigo Valverde Dinamarco - Bem, acho que sim, pois deixamos nossas láureas bem visíveis no cartório. Porém, creio que os usuários, mais do que terem ciência da premiação, vivenciam os efeitos gerados com esta cultura de gestão da qualidade. São os verdadeiros beneficiários das melhorias introduzidas e alcançadas ao longo desses anos.

 
Fonte: Assessoria de Imprensa
Voltar
Compartilhe este conteúdo: